Qual o maior obstáculo na compra de casa para os Millennials?


A geração millennials, agora com 20 e 40 e poucos anos, antes da pandemia, era criticada por morar com os pais ou arrendar perpetuamente, mas hoje, os dados mostram que os millennials podem ter de esperar mais tempo para entrar no mercado imobiliário comparativamente aos seus pais, os baby boomers..

Conseguir uma hipoteca não é nada como era para as gerações anteriores. Hoje, os processos de crédito podem ser concluídos totalmente online com resultados instantâneos no conforto da sua casa, sem precisar pisar um banco, além de que a maioria das pessoas começa a busca de casa online.

Mas, quando se trata das suas preferências, os millennials mantêm em grande parte os mesmos valores que os seus pais: encontrar uma casa num bairro seguro, perto de uma boa escola, com espaço para criar uma família. No entanto, são mais propensos a escolher uma casa menor (o que geralmente significa mais barato) devido a terem tendencialmente famílias menores. Também são ambientalmente mais conscientes e preocupados em reduzir a sua pegada de carbono.

A pandemia também “mudou drasticamente” a relação das pessoas com os seus empregos.

“As políticas de tele-trabalho, eliminaram a necessidade de viver nos centros das cidades”, com uma maior procura de casas em áreas suburbanas e cidades menores.

Então, o que os millennials estão à procura?

"A acessibilidade é o fator número um na compra de uma casa e estão dispostos a mudar-se para cidades mais acessíveis para obter o que desejam”.

“Ao contrário dos estenótipos sobre os millennials e o seu desejo por grandes cidades e viver em apartamentos, esta pesquisa levada a cabo nos EUA mostrou que ter um quintal grande e viver num bairro tranquilo são os principais atributos que os millennials estão a procurar.”

"Os millennials, ao que parece, não são tão diferentes da geração antes deles"

Então, o que está a impedir esta geração de conseguir uma casa?

Bem, por um lado, os Boomers, que estão a procurar as mesmas casas que os millennials, exacerbando os problemas recordes de baixo stock.

“A falta de stock, a elevada procura por casas menores e a competição com as gerações mais velhas que têm uma vida inteira de economias e património acumulado, tornam muito difícil para os millennials se afirmarem no mercado imobiliário”

Chris Masiello, President and CEO of BHGRE The Masiello GroupQual o maior obstáculo na compra de casa para os Millennials?

A geração millennials, agora com 20 e 40 e poucos anos, antes da pandemia, era criticada por morar com os pais ou arrendar perpetuamente, mas hoje, os dados mostram que os millennials podem ter de esperar mais tempo para entrar no mercado imobiliário comparativamente aos seus pais, os baby boomers..

Conseguir uma hipoteca não é nada como era para as gerações anteriores. Hoje, os processos de crédito podem ser concluídos totalmente online com resultados instantâneos no conforto da sua casa, sem precisar pisar um banco, além de que a maioria das pessoas começa a busca de casa online.

Mas, quando se trata das suas preferências, os millennials mantêm em grande parte os mesmos valores que os seus pais: encontrar uma casa num bairro seguro, perto de uma boa escola, com espaço para criar uma família. No entanto, são mais propensos a escolher uma casa menor (o que geralmente significa mais barato) devido a terem tendencialmente famílias menores. Também são ambientalmente mais conscientes e preocupados em reduzir a sua pegada de carbono.

A pandemia também “mudou drasticamente” a relação das pessoas com os seus empregos.

“As políticas de tele-trabalho, eliminaram a necessidade de viver nos centros das cidades”, com uma maior procura de casas em áreas suburbanas e cidades menores.

Então, o que os millennials estão à procura?

"A acessibilidade é o fator número um na compra de uma casa e estão dispostos a mudar-se para cidades mais acessíveis para obter o que desejam”.

“Ao contrário dos estenótipos sobre os millennials e o seu desejo por grandes cidades e viver em apartamentos, esta pesquisa levada a cabo nos EUA mostrou que ter um quintal grande e viver num bairro tranquilo são os principais atributos que os millennials estão a procurar.”

"Os millennials, ao que parece, não são tão diferentes da geração antes deles"

Então, o que está a impedir esta geração de conseguir uma casa?

Bem, por um lado, os Boomers, que estão a procurar as mesmas casas que os millennials, exacerbando os problemas recordes de baixo stock.

“A falta de stock, a elevada procura por casas menores e a competição com as gerações mais velhas que têm uma vida inteira de economias e património acumulado, tornam muito difícil para os millennials se afirmarem no mercado imobiliário”

Chris Masiello, President and CEO of BHGRE The Masiello Group

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Manoush Zomorodi explica o que acontece se nunca ficarmos entediados. Quando ficamos entediados o nosso cérebro entra num modo chamado “default”. O nosso corpo entra em modo auto-piloto enquanto dobra